Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec):
Corresponde à ação de formação profissional em áreas diversas voltada para beneficiários de programas federais de transferência de renda ou membros de famílias do Cadastro Único. Para efetuar a inscrição, em um dos CRAS da cidade, basta ter idade mínima de 16 anos e estar cadastrado, ou em processo de cadastramento, no CadÚnico, mesmo que o candidato não seja beneficiário do Programa Bolsa Família ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC).
Os cursos são de oferta integralmente gratuita, com material didático, lanche e auxílio-transporte durante o curso.
Em Fortaleza, as turmas são realizadas em parceira com o SENAI, SENAC, SEST/SENAT e IFCE.

Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho):
Propõe o desenvolvimento de ações de articulação, mobilização e encaminhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade e/ou risco social para garantia do direito de cidadania e a inclusão no mundo do trabalho, por meio do acesso a cursos de qualificação e formação profissional, ações de inclusão produtiva e serviços de intermediação de mão de obra. Incluem, ainda, ações de articulação com outras políticas públicas para superação das vulnerabilidades sociais.

Programa de Informática de Fortaleza (Proinfor):
Programa de informática para atender pessoas de baixa renda, na faixa etária de 16 a 40 anos.  O objetivo é possibilitar a formação e a qualificação profissional de estudantes, a partir da 9ª série, e trabalhadores em geral para o mercado de trabalho, através do ensino e aprendizagem das novas tecnologias de informação e comunicação, utilizando os procedimentos da aprendizagem colaborativa e integrada à política de inclusão social.

Programa de Qualificação Profissional de Fortaleza:
Objetiva implementar as ações básicas de capacitação profissional, nas áreas de serviços, comércio, turismo, artesanato, alimentação e indústria, para trabalhadores em geral, a partir dos 16 anos de idade, visando sua inserção/ reinserção no mercado de trabalho.

Centro Integrado de Referência de Qualificação Profissional:
É um equipamento voltado à democratização do acesso a cursos de qualificação. É uma política pública transversalizada com a cultura, a educação, a economia solidária, a assistência social, a tecnologia, dentre outras, envolvendo a pesquisa e a qualificação profissional, com vistas a redução das desigualdades sociais. São três unidades em Fortaleza, localizadas nos bairros Vila União, Granja Portugal e Quintino Cunha.